)">

18 tipos de vidro para usar em caixilhos ou como revestimento

18 tipos de vidro para usar em caixilhos ou como revestimento

Na reportagem 14 ambientes onde o vidro é o destaque, arquitetos cadastrados na rede CasaPRO, da Editora Abril, mostram escadas, bancadas, divisórias e outros detalhes da casa em que usaram o material. Agora, você conhece novas opções da indústria com vidros de diversas espessuras, cores e texturas.

1. Pintado a frio e acidado numa das faces, o SGG Satinovo reveste paredes e móveis. Em chapas de 3,21 x 2,25 m, com espessuras de 4, 6, 8 e 10 mm. Da Saint-Gobain Glass, custa cerca de R$ 140 o m2.

2. Dez vezes mais resistente a riscos que os vidros comuns, o Ebony DiamondGuard 2.0, da Guardian, traz o tom negro até nas bordas. Serve para tampos, aparadores e revestimentos internos. Apresenta até 2,20 x 3,21 m e espessuras de 10, 12, 15 e 19 mm. Vale cerca de R$ 518,40 o m2.

3. Para fabricar o PKO Lighting Glass, a PKO do Brasil mescla dois vidros laminados com uma película incolor onde estão os leds, interligados por microfos. Para esquadrias, guarda-corpos e fachadas, as chapas têm transmissão luminosa de 80% e medidas de 35 x 35 cm a 1,60 x 3,60 m. Espessuras de 8 a 20 mm. À venda por R$ 2 500 o m2.

4. Antideslizante, o vidro acidado CriSamar Step, modelo Aluminum (série S), vai no piso e em divisórias para locais onde se quer privacidade, devido à sua textura. Da T2G, tem 3,21 x 2,25 m, de 3 a 19 mm de espessura e custa a partir de R$ 150,10 o m2.

5. O acetinado e acidado Decorfou Design Pisis Mirror Extra Clear, da Omnidecor Brasil, refete luz e cor. Para divisórias e revestimentos internos, mede 3,21 x 2 m e 3,21 x 2,25 m. Espessuras de 4, 5 e 6 mm. Na L’ Vitrier, R$ 1 000 o m2 colocado.

6. O vermelho é uma das 25 cores do Lacobel Red Luminous, da AGC Vidros. Pintado, ele pode cobrir paredes internas ou ser usado como divisória. Mede 2,25 x 3,21 m e 4 mm de espessura. Vale em média R$ 220 o m2.

7. Controle solar e isolamento térmico de baixa refexão são os destaques do Sunergy Azur, fabricado em cinco cores pela AGC Vidros. Pode estar em coberturas, fachadas e esquadrias. As placas medem 2,25 x 3,21 m e 4 mm de espessura. O m2 custa em média R$ 200.

8. Com baixo teor de ferro e esmalte branco especial, o UltraClear oferece transparência total e fdelidade de cor. Para fachadas e revestimentos, as placas estão disponíveis em 2,20 x 3,21 m ou 1,90 x 3,21 m e espessuras de 4 a 12 mm. Da Guardian, vale R$ 337 o m2.

9. Vidro laminado de controle solar com seis cores prontas e mais de 600 personalizadas. Para fachadas, coberturas e guardacorpos, fltra 99,6% dos raios UV. Mede de 30 x 30 cm a 3,21 x 2,54 m (espessura de 6 mm). Da Fanavid, a partir de R$ 350 o m2.

10. O vidro de controle solar refetivo Refecta Float, da Cebrace, reduz em 60% a entrada de calor. Para coberturas, sacadas e fachadas, tem 2,20 x 3,21 m e 2,40 x 3,21 m, com espessuras de 3,15 a 6 mm. Na Divinal, de R$ 164,06 a R$ 196,06 o m2 (vidro comum monolítico).

11. Verde e incolor são os tons da Eco Lite, linha de controle solar da Cebrace. Com baixa refexão (8%), serve para fachadas, portas, janelas, coberturas e sacadas. Chapas de 2 x 3,21 m e 2,54 x 3,21 m. Na Divinal, de R$ 230,68 a R$ 314,22 o m2 (laminado com espessura de 4 + 4 mm).

12. O vidro antirrefexo Amiran, da Schott, tem só 1% de refexão e é bem-vindo em fechamento de sacadas e esquadrias. Tem 3,80 x 1,77 m ou 3,21 x 1,77 m e espessuras de 4 a 12 mm. A partir de R$ 950 o m2.

13. Para ganhar o padrão quadriculado, o Scacchi, da linha Cristallo, passa por um processo de pintura à base de água. Suas chapas de 10 x 10 cm a 1,30 x 3 m e espessura de 4 mm servem de revestimento e compõem móveis. Na Cinex, cerca de R$ 800 o m2.

14. Acetinado e acidado, o Decorfou Cannes Mirror Bronze, da Omnidecor Brasil, é recomendado para áreas internas, como revestimentos e divisórias. Em chapas de 3,21 x 2 m e 3,21 x 2,25 m, com 4, 5 e 6 mm de espessura, custa R$ 1 000 o m2 aplicado na L’ Vitrier.

15. Com proteção contra o desbotamento causado pelo sol, este laminado fltra 99,6% dos raios UV. Em até dez cores, compõe coberturas, fachadas, divisórias, guarda-corpos e pisos.Tem de 30 x 30 cm a 2,40 x 3,60 m e espessura de 6 mm. Da Fanavid, a partir de R$ 280 o m2.

16. Para esquadrias, boxes, divisórias e mesas, o vidro incolor Quadratto da UBV – União Brasileira de Vidros mede 1,70 x 2,20 m, 2,20 x 1,90 m e 2,20 x 3,21 m. As espessuras são 3, 7 e 8 mm. Preço médio de R$ 400 a R$ 550 o m2.

17. Vermelho, o laminado com espelho da Fanavid fltra 99,6% dos raios solares e serve para divisórias e móveis. Chapas de 30 x 30 cm até 3,21 x 2,20 m com espessura de 9 mm.Custa a partir de R$ 573 o m2.

18. Entre dois vidros laminados, pode-se incluir madeira, metal ou tecido (foto). Na produção, o forno de baixa têmpera da Vipel não danifca os materiais. Para revestimentos, divisórias e tampos, a chapa de até 1,50 x 3 m custa a partir de R$ 1 040 o m2 na Primo Vidros (laminado comum de 6 + 6 mm, sem tecido).

FALE COM A GENTE AGORA MESMO

Contato
Construction

Vidros de qualidade certificada

Estamos entre as maiores empresas de vidro do Brasil. Atendimento de qualidade e profissionais especializados para atendê-lo.

Matriz